Errar sempre

Publicado em: 13/08/2019

Confira a coluna de Adalberto Paulo Klock.

Errar sempre

Criamos personagem, intitulado advogado intelectual do Berço Nacional do Soja. E havia uma dúvida, em quem ele votou antes da ditadura? E declarou: “votei em Jânio”. Seu melhor período de vida foi na ditadura, pois adorava a Arena e os generais, incluídos os três patetas. E como não poderia deixar de ser, era do PDS (atual PP), partido dos Golpistas de 64 e Ditadores. Na abertura democrática defendeu a eleição indireta: o povo não sabe votar, dizia. Seu candidato, Paulo Maluf, perdeu. Deu Tancredo Neves, do MDB. Mas estaria em casa, Tancredo era o queridinho dos militares (é o MDB sempre nas bocadas) e já havia sido indicado 1º Ministro no anterior parlamentarismo tacanho dos militares em 1962, quando tentaram impedir João Goulart de assumir.

Na primeira eleição livre no país, em 1989, votou em Paulo Maluf e no segundo turno fez campanha ardorosa ao Fernando Collor. Chefiou diretório e o chamava de Homem Extraordinário (Mito). E não precisa explicar Collor ou Malluf, todos hoje sabem quem são.

Em 1994 foi de Esperidião Amin do PPR (nome temporário dado a antiga Arena e PDS e atual PP) no primeiro turno e em Fernando Henrique Cardoso no segundo turno. Em 1998 votou direto no FHC, 1º e 2º turnos. E o sociólogo enricou em seus mandatos (Livro “O Protegido …”), vendeu o patrimônio nacional e, ao final, reuniu os empresários no Palácio da Alvorada e os extorquiu ali mesmo utilizando o cargo de presidente. Ou seja, de novo votou em corrupto que entregou o país quebrado e falido ao final de oito anos.

Em 2002 votou duas vezes em José Serra, que prometeu entregar a Petrobrás aos Estados Unidos se eleito, e era chamado do maior ladrão do país pelo saudoso Paulo Henrique Amorim, que o conhecia bem e dizia: ele roubou desde o diretório estudantil.

                                           Em 2006 votou em Geraldo Alckmin, o Homem da fraude da Merenda Escolar de SP. Usou R$ 3 bilhões para despoluir o Tietê, e continua hoje a mesma m.., digo,  coisa. Afora os metrôs … É tucano blindado, igual FHC.

Em 2010 votou duas vezes em José Serra, aquele citado por PHA.

Em 2014 foi de Aécio Neves. Esse não precisa de apresentação, ele só corrompe se pode mandar matar depois. Aécio sempre foi conhecido pelo que era, pelos usos, pelos hábitos e violências contra mulher, mas recebeu o voto faceiro do nosso personagem fictício.

Em 2018 foi de Bolsonaro. Ele representava a luta contra o comunismo (era Mito igual Collor!). Limparia o Brasil de ladrões e bandidos. Porém, em 30 anos de deputado nada fez além de ignorâncias e grosserias, afora ter patrimônio incompatível com sua renda. É um indivíduo que não compreende sequer o termo nepotismo, e por isso, para ele, não há problema de empregar parentes. O jurista Miguel Reale Jr diz não ser caso de impeachment, mas de interdição por debilidade mental. Esse voto do nosso personagem foi pior do que o voto em Jânio Quadros ou Collor. Nosso personagem involuiu em seis décadas. E hoje diz não compreender as pessoas continuarem a defender bandidos, votando em bandidos, e que isso só a neurolinguística explicaria. E ele se acha bom exemplo de eleitor consciente!

Realmente, só estudos aprofundados de neurolinguística e de antropologia explicariam nosso personagem. E o acima retratado representa não só o fictício personagem, mas muito dos votos reais de brasileiros, que não compreendem o que fazem.

Errar é humano! O ser humano pode errar, pois só erra quem tenta. Mas errar sempre não é uma qualidade apreciável ao ser humano, com ou sem neurolinguística.

Semana que vem tentarei explicar como acertar ao votar, e não incorrer nessa profunda ignomínia intelectual feita pelo nosso fictício personagem.

 

Adalberto Paulo Klock – servidor público.

 
  • bancarios-sindicato20160328.png
  • cprgsbannerl.png
  • d90d1784-7bef-4709-89cc-43a0c1bbea83.jpg
  • e9aa0085-5706-4b39-b64a-277c478a7fcb.jpg
  • servidores-municipais-logo250-201902.jpg
  • sindisaude.png
  • SitioMargarida200x200-20171116.jpg
  • 16f338d8-07ee-4170-b637-5f81d690af77.jpg
  • 69ec07e2-3820-4b13-becd-833c1be37021.jpg
  • bannerlhermes.png
  • bannersimpro2.png
  • CafePequeno20151016-164x164.jpg
  • jadlog20170906.gif
  • limberger-advocacia-250-20171108.jpg