• bannereich.png
  • comercio3.png
  • fabianetopo.png
  • gersoncpers.png
  • hermes2.png
  • jadlg.png
  • limberg2.png
  • ponto10d.png
  • seeb.png
  • simpro.png
  • sind.png
  • sindis.png

1 ano da tragédia de Brumadinho

Publicado em: 25/01/2020

Nota do MAB

Neste 25 de janeiro, data em que o crime da Vale em Brumadinho completa 1 ano, o Movimento dos Atingidos por Barragens manifesta respeito à dor das famílias das 272 vidas interrompidas, após o rompimento da barragem no Córrego do Feijão.

O MAB reafirma a posição de profunda indignação com a atuação da Vale na bacia do rio Paraopeba.

Queremos respeito pela memória dos que se foram e também reparação integral para os sobreviventes, familiares e todos as atingidas e atingidos que tiveram suas vidas transformadas, reflexo de negligência e ganância da mineradora.

Reincidente em mais um crime no estado de Minas Gerais, a Vale coloca o lucro acima da vida. Somente no ano passado, foram repassados 7,2 bilhões de reais aos acionistas - bancos e fundos internacionais, valor superior ao gasto com as indenizações.

Neste sentido, não há outra saída: só a organização do povo pode alterar essa realidade. Nós, atingidos por barragens, sabemos que não é possível esperar boa vontade dos governos e nem da Vale.

Seguiremos em luta por justiça e por direitos.

A Vale destrói, o povo constrói!


#1AnoBrumadinho


Movimento dos Atingidos por Barragens


25 de jan. de 2020