• aanovo.png
  • BANNER.png
  • bannereich.png
  • comercio3.png
  • fabianetopo.png
  • gersoncpers.png
  • hermes2.png
  • jadlg.png
  • ponto10d.png
  • seeb.png
  • simpro.png
  • sind.png
  • sindis.png

Prefeito de Wuhan admite ter escondido dados sobre coronavírus e oferece seu cargo

Publicado em: 27/01/2020

 
 
 
Em entrevista, Zhou Xianwan confirmou que 5 milhões de pessoas deixaram Wuhan antes do isolamento da cidade
 
O prefeito de Wuhan, Zhou Xianwan, admitiu em entrevista que omitiu  informações sobre a disseminação do corona vírus. A declaração foi dada à emissora de televisão estatal chinesa, CCTV, na noite de domingo.  Depois disso ele colocou seu cargo à disposição. O secretário do Partido Comunista na cidade, Ma Guoqiang, também se disse disposto a entregar o cargo. 
 
Durante a entrevista o prefeito disse que 5 milhões de pessoas deixaram a cidade antes que as restrições de viagem fossem impostas antes do Ano Novo Chinês. Ele disse esperar que pelo menos 3 mil casos suspeitos sejam diagnosticados com o vírus altamente contagioso.

Wuhan é a cidade chinesa tida como epicentro do surto de coronavírus que já infectou quase 3 mil pessoas em 12 países.  

Em outro momento Ma Xiaowei, diretor da Comissão Nacional de Saúde da China, disse que o vírus tem um período de incubação de 10 a 14 dias,é  contagioso neste período e os sintomas não aparecem. 

O coronavírus causa pneumonia que infecta o trato respiratório e já matou 81 pessoas na China. O Governo acredita que o vírus tenha se originado em Wuhan, em um mercado de alimentos em dezembro de 2019. Atualmente 11 países têm casos confirmados.