• afena.png
  • bannereich.png
  • comercio3.png
  • fabianetopo.png
  • gersoncpers.png
  • hermes2.png
  • jadlg.png
  • limberg2.png
  • ponto10d.png
  • seeb.png
  • simpro.png
  • sind.png
  • sindis.png

Coluna do Orlando #31

Publicado em: 11/02/2020

Governador Eduardo Leite(PSDB), aprovou junto com a sua base aliada, 49 projetos prejudiciais aos servidores públicos, e em decorrência ao serviço público, em apenas 5 dias. Mudou do avesso a vida dos servidores públicos estaduais, sem diálogo, impondo o que seus burocratas trazidos de fora do estado elaboraram, para sem mediação e bom senso impor sua vontade. Esse Governador tucano e seus aliados prejudicaram a vida dos trabalhadores do setor público e o reflexo é a piora do serviço público em nosso estado para a população que mais precisa. Lamentável.

Leite foi o primeiro Governador que foi vaiado na romaria de navegantes em Porto Alegre. Saiu de fininho depois de aprovar o pacote de maldades.

Deputados da base do Governador Leite estão encontrando dificuldade de circular no meio do povo, pois ficaram do lado do capital e não do povo. Até familiares de deputados estaduais estão indignados com os seus apoios ao pacote de maldades do Governo Eduardo Leite. A conta está chegando e chegará para muitos ainda que mentem para o povo.

Esta semana, depois de uma crítica que fiz ao governo Municipal por não ter efetuado a regularização fundiária no Bairro Auxiliadora fui convidado pelo Prefeito Vicini para uma conversa sobre este tema. Queria ele entender melhor a minha crítica. Estive no seu gabinete e ele reuniu pessoas responsáveis pela área de habitação. Quando fiz a minha cobrança recebi o retorno que o dinheiro previsto para a regularização foi utilizado para outras obras de infra estrutura na Vila Santa Inês que foi o asfalto da rua de acesso e a ciclovia na auxiliadora e não na regularização. Cobrei mesmo assim a regularização, pois existe uma lei que facilita e isenta de taxa a primeira documentação.  Triste saber que após 7 anos de governo local a regularização não aconteceu por terem desviado o dinheiro para outra finalidade. Mas a partir da cobrança efetuada na presença do Prefeito e de citarmos que hoje a lei atual é mais benéfica e com menor custo é possível legalizar. O Prefeito se comprometeu junto com sua equipe de fazer mutirões nas vilas do bairro auxiliadora para resolver o problema. Porém a vontade é fazer só do terreno, quando deveria ser também da casa. Espero que em breve o assunto se resolva. Estaremos de Olho.

*Orlando Desconsi é graduado em Direito e Educação Física. Foi prefeito de Santa Rosa (RS) e deputado federal. Atualmente é assessor do deputado estadual Jeferson Fernandes (PT/RS).