• aanovo.png
  • BANNER.png
  • bannereich.png
  • comercio3.png
  • fabianetopo.png
  • gersoncpers.png
  • hermes2.png
  • jadlg.png
  • ponto10d.png
  • seeb.png
  • simpro.png
  • sind.png
  • sindis.png

Três edições da Parada Gay serão bancadas com multa do fechamento do Queermuseu

Publicado em: 08/01/2021

do Matinal Jornalismo

Foto: Guilherme Santos/Sul21

 

 

 

 

PORTO ALEGRE (RS) - A multa pelo cancelamento do Queermuseu em Porto Alegre, em 2017, ajudará a bancar três edições da principal festa da diversidade: a parada LGBTI+. O montante pago pelo banco Santander servirá para custear os eventos programados para 2021, 2022 e 2023 na capital gaúcha. No ano passado, a parada LGBTI+ não foi realizada por conta do coronavírus. As entidades responsáveis pela organização já estão mobilizadas para organizar a festa de 2021, embora ela ainda dependa do avanço da vacinação. Segundo o grupo Nuances, a intenção é realizar a parada entre os meses de novembro e dezembro. No total, a parada LGBTI+ irá receber 150 mil reais e cada edição poderá utilizar o investimento de 50 mil reais. Trata-se de parte da multa de 400 mil reais estabelecida em acordo entre a instituição bancária e o Ministério Público. A exposição Queermuseu foi cancelada um mês depois da sua abertura pelo Santander Cultura. À época, protestos de grupos conservadores consideraram o conteúdo do evento imoral e ofensivo.