Toma-lá-dá-cá para aprovar reforma tirou quase R$ 100 milhões do RS

Publicado em: 13/08/2019

Universidades, IFETs, estradas, saúde e agricultura perdem recursos

TOMA LÁ DÁ CÁ PARA APROVAR REFORMA TIROU QUASE R$ 100 MILHÕES DO ESTADO

Universidades, IFETs, estradas, saúde e agricultura perdem recursos

O Rio Grande do Sul vai perder R$ 93.072.999,00 em verbas federais que estavam destinadas a obras de infraestrutura, estradas, agricultura, saúde e outras áreas. Isso porque, o governo Bolsonaro apresentou um projeto que remaneja cerca de R$ 3 bilhões do Orçamento da União para viabilizar o pagamento de emendas parlamentares negociadas em troca de votos para a aprovação da reforma da Previdência. Só o MEC, por exemplo perderá R$ 926 milhões.

Único parlamentar gaúcho na Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional, o deputado Elvino Bohn Gass (PT/RS) identificou todas as áreas e valores que serão perdidos pelo Estado com o projeto de Bolsonaro. “São R$ 53 milhões cortados de obras nas BRs 285, 472 e 448, outros R$ 32 milhões que deveriam ir para a UFRGS, a UFPEL, a UFSM e os IFETs e, ainda, R$ 8 milhões do setor agropecuário. Não teremos esse dinheiro, mas isso não é por ajuste, mas para pagar a conta da reforma. O povo gaúcho precisa saber disso”, diz Bohn Gass.

UFFS PERDE R$ 1 MILHÃO – O corte de R$ 1.070.382,00 que estava orçado para a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) preocupa Bohn Gass de modo especial. “Essa universidade mudou a história da educação na região onde nasci. Fui um dos muitos que batalharam para que tivéssemos um campus que atendesse alunos do Noroeste e das Missões. Optamos por Cerro Largo. Hoje, a UUFS está inserida na região e já encontra dificuldades para manter a qualidade do ensino. Com esse corte, sem dúvida, quem perde é a população.”

BR-472 PERDE R$ 17 MILHÕES – Entre as rodovias que tiveram recursos cortados por Bolsonaro, Bohn Gass chama a atenção para a BR-472, no trecho entre Itaqui Uruguaiana. “Mas há os casos, também da BR 285 em São José dos Ausentes e do estudo de viabilidade da BR 448 de Sapucaia a Portão. São obras urgentes e necessárias para a segurança e a economia das comunidades por onde passam essas rodovias”, afirma o deputado.

AGRICULTURA PERDE R$ 8 MILHÕES – Principal área de atuação do mandato de Bohn Gass, a agricultura também é fortemente atingida pelos cortes de Bolsonaro. Serão R$ 8.100.781,00 que estavam destinados ao fomento do setor agropecuário. “Num momento de economia estagnada, sem um Plano Safra Estadual organizado e com juros mais altos para os agricultores, a perda desses R$ 8 milhões se torna ainda mais grave. Mas espero que a bancada gaúcha se uma em torno da recuperação de todas essas perdas”, finaliza Bohn Gass.

VEJA TUDO O QUE BOLSONARO VAI CORTAR NO RIO GRANDE DO SUL

No Rio Grande do Sul - R$ 93.072.099,00

Expansão da Rede Federal - R$ 2.981.283,00

UFRGS - R$ 3.806.076,00

UFSM - R$ 5.662.519,00

Unipampa - R$ 2.542.761,00

FURG - R$ 3.196.504,00

UFPEL - R$ 5.063.508,00

UFCSPA - R$ 1.271.380,00

Instituto Federal RS - R$ 2.096.892,00

Instituto Federal Farroupilha - R$ 1.981.289,00

Instituto Federal Riograndense - R$ 2.475.642,00

UFFS - R$ 1.070.382,00

Total Educação - R$ 32.148.236,00

BR285 - São José dos Ausentes - R$ 8.780.000,00

BR472 - Itaqui - Uruguaiana - R$ 17.560.000,00

Estudo de viabilidade BR448 Sapucaia-Portão - R$ 8.780.000,00

Rota Panorâmica Canela - Três Coroas - R$ 17.703.082,00

Total Infraestrutura - R$ 52.823.082,00

Fomento ao setor agropecuário - R$ 8.100.781,00

 

fonte: Assessoria de Comunicação do Deputado Federal Elvino Bohn Gass

  • bancarios-sindicato20160328.png
  • cprgsbannerl.png
  • d90d1784-7bef-4709-89cc-43a0c1bbea83.jpg
  • e9aa0085-5706-4b39-b64a-277c478a7fcb.jpg
  • servidores-municipais-logo250-201902.jpg
  • sindisaude.png
  • SitioMargarida200x200-20171116.jpg
  • 16f338d8-07ee-4170-b637-5f81d690af77.jpg
  • 69ec07e2-3820-4b13-becd-833c1be37021.jpg
  • baixo.png
  • bannersimpro2.png
  • CafePequeno20151016-164x164.jpg
  • jadlog20170906.gif
  • Lateral-revista-Afinal-250x250.jpg
  • limberger-advocacia-250-20171108.jpg