• bannereich.png
  • comercio3.png
  • fabianetopo.png
  • gersoncpers.png
  • hermes2.png
  • jadlg.png
  • limberg2.png
  • ponto10d.png
  • seeb.png
  • simpro.png
  • sind.png
  • sindis.png

Terra arrasada (por Orlando Desconsi)

Publicado em: 18/02/2020

Dia 13 de fevereiro de 2020, o Ministro Osmar Terra vira ex- Ministro, pois, por ironia do destino, foi demitido exatamente no dia em que completou 13 meses e 13 dias de governo Bolsonaro.

Sua demissão foi após uma fritura pública do próprio Presidente a que ele servia. Deve ter sentido a dor da humilhação pública, poIs serviu  ao golpe contra a Dilma e depois ajudou a eleger o Presidente miliciano fascista, e agora foi descartado pelo seu líder. O que não esperaVa era ser demitido pelo pior Presidente dos últimos anos e ainda por incompetência e suspeita de corrupção. Lembro bem de seus gritos contra nós em cima da camioneta em Santa Rosa. Quem diria que o feitiço virou contra o feiticeiro.

O então ministro teria recebido uma proposta para assumir uma embaixada o qual teria recusado, pois sepultaria a carreira política, renunciando ao mandato. Daí Ficaria sem foro privilegiado para se defender das acusações de fraude.

As causas de sua demissão transpareceram que foram duas: a primeira a incompetência, pois neste período não deixou nenhuma marca social positiva para o Governo e sim só o aumento das filas, onde mais de um milhão de pessoas esperam pelo benefício do Bolsa Família, cortes e escândalos. O segundo motivo foi os escândalos que Terra poderia ter evitado na sua pasta e para o governo se tivesse ouvido os órgãos oficiais. (suspeita de irregularidades amplamente divulgadas pela imprensa do centro do país).

Dia 13 de fevereiro no Governo Bolsonaro foi dia de Terra arrasada.

Esse novo Ministro da Casa Civil, tudo indica, está recebendo o pagamento por ter poupado o escândalo envolvendo a família Bolsonaro durante a campanha. Escândalo que envolve os matadores de Marieli. Lembrem que o então Ministro Raul Jungmann disse que tinha gente poderosa, por trás dos assassinatos, pois era no condomínio do então candidato a Presidente, aliado da milícia, que se elegeu Presidente que residiam envolvidos no assassinato segundo a polícia. Triste saber que quem controla a polícia é Sérgio Moro, juiz que condenou sem provas o principal adversário e que foi agraciado com o Ministério da Justiça e depois receberá uma vaga no STF. Para isso, se comporta como disse esta semana o Deputado Glauber,  de “capanga da milícia”. Esta semana, mataram o Adriano, que estava sendo apontado como matador de Marieli. Que estava foragido fora da lista de Moro. Queima de arquivo para não chegar na família Bolsonaro ou não? Com a proteção do Ministro ou não?

A seca atinge 100 municípios do Rio Grande do Sul, Bolsonaro e Leite governam de costas para este povo. Nunca se viu tamanho desprezo pelos atingidos.

 

*Orlando Desconsi é graduado em Direito e Educação Física. Foi prefeito de Santa Rosa e deputado estadual. Atualmente é assessor parlamentar do deputado estadual Jeferson Fernandes (PT/RS). 

 

  • bancarios-sindicato20160328.png
  • cprgsbannerl.png
  • d90d1784-7bef-4709-89cc-43a0c1bbea83.jpg
  • e9aa0085-5706-4b39-b64a-277c478a7fcb.jpg
  • servidores-municipais-logo250-201902.jpg
  • sindisaude.png
  • SitioMargarida200x200-20171116.jpg
  • 16f338d8-07ee-4170-b637-5f81d690af77.jpg
  • 69ec07e2-3820-4b13-becd-833c1be37021.jpg
  • baixo.png
  • bannersimpro2.png
  • CafePequeno20151016-164x164.jpg
  • jadlog20170906.gif
  • limberger-advocacia-250-20171108.jpg