• aanovo.png
  • BANNER.png
  • bannereich.png
  • comercio3.png
  • fabianetopo.png
  • gersoncpers.png
  • hermes2.png
  • jadlg.png
  • ponto10d.png
  • seeb.png
  • simpro.png
  • sind.png
  • sindis.png

Vitória de Arce na Bolívia é resgate da democracia, dizem parlamentares

Publicado em: 19/10/2020

do Vermelho

Foto: Reprodução

 

 

 

 

 

A líder do PCdoB na Câmara, Perpétua Almeida (AC), diz que o povo boliviano reagiu ao golpe que afastou Evo Morales da presidência. “Na Bolívia o povo reage ao golpe, se agiganta e desce o cipó de aroeira nos golpistas garantindo a vitória de Luis Arce”, comemorou

 

A vitória do candidato da esquerda Luis Arce na eleição da Bolívia neste domingo (18) repercutiu no parlamento brasileiros como o resgate da democracia naquele país. Ainda não saiu o resultado oficial, mas pesquisa de boca de urna dá a Arce 52,4% dos votos, seguido de Carlos Mesa 31,5% e Camacho 14,1%.

A líder do PCdoB na Câmara, Perpétua Almeida (AC), diz que o povo boliviano reagiu ao golpe que afastou Evo Morales da presidência. “Na Bolívia o povo reage ao golpe, se agiganta e desce o cipó de aroeira nos golpistas garantindo a vitória de Luis Arce”, comemorou. O vice-líder da legenda, deputado Márcio Jerry (PCdoB-MA) considerou que a eleição de Luis Arce representa na prática a derrota do golpe nas urnas.

Para a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) é muito importante ver um país como a Bolívia resistir e vencer depois o golpe, interferência internacional, violência, mortes, exílios. “Viva o Estado Plurinacional Boliviano e o retorno da democracia naquele pequeno país e Pátria grande”, escreveu a deputada no Twitter.

“Os ventos da democracia voltam a soprar com mais força na América Latina. A Bolívia deu sua resposta ao fascismo. A indicação da vitória de Luis Arce, apoiado por Evo Morales, tem um grande significado e deve motivar as forças democráticas e progressistas no Brasil e no mundo!”, afirmou a deputada Alice Portugal (PCdoB-BA).

“Parece que, na Bolívia, o povo deu o troco nos golpistas com uma aula de politização e democracia. Veremos se os usurpadores do poder reconhecerão a soberania popular”, avaliou o deputado Orlando Silva (PCdoB-SP).

A deputada Gleisi Hoffmann (PR), presidenta nacional do PT, acompanhou como observadora as eleições naquele país. Ela publicou na rede social a superação da prefeita Patricia Arce, do município de Vinto, na região de Cochabamba, que foi sequestrada e agredida por grupos de direita após o golpe.

“Lembram da prefeita de esquerda da cidade boliviana de Vinto, agredida por radicais de extrema-direita durante o golpe de 2019? Foi eleita senadora c/ votação expressiva! Parabéns companheira. A democracia venceu o golpismo na Bolívia! A luta sempre vale a pena”, escreveu a deputada no Twitter.

O deputado Henrique Fontana (PT-RS) alertou que o respeito ao resultado das urnas da Bolívia significará uma vitória da democracia e a derrota dos golpistas no país. “Será importante para toda a América Latina”, disse.

O deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ) lembrou que bons ventos sobram da América Latina. “Boca de urna e a presidente golpista já reconhecem a vitória de Luis Arce, candidato de Evo Morales à Presidência da Bolívia! A democracia voltou, como disse Arce. Viva a vontade do povo! Viva a Bolívia!”, postou na rede social.